segunda-feira, 11 de setembro de 2017

Segunda com diversidade # 4

Olá gente linda!


Espero que se encontrem bem.

Como sabem, desde o ano passado que sou completamente apaixonada (e viciada) em dramas coreanos (k-dramas). Para quem não sabe, os k-dramas são tipo as séries,mas com a duração de 1h por episódio (mas existem aqueles com 1h20-1h30 de duração) e há para todos os gostos. Existem os mais curtos que variam entre os 16 e 20 episódios, e depois os mais longos que podem ir até aos 50 ou até mesmo 100 e tal episódios. Por norma só têm uma temporada, contudo existem algumas excepções. Existem dramas históricos e contemporâneos e, uma grande panóplia de géneros (romance, melodrama, horror,comédia, etc). Muitas vezes são olhados de lado, porque existe uma espécie de preconceito contra a língua. Ora, eu vejo séries e filmes em várias línguas (mesmo não percebendo algumas delas...não percebo alemão, e vejo séries em alemão por exemplo) por isso para mim, tal não constituía um entrave. Actualmente já sei algumas palavras em coreano e consigo distinguir os sotaques (se são do interior ou de Seul, por exemplo).

Desde que comecei a ver k-dramas nunca mais parei. Hoje trago-vos uma sugestão de um k-drama, que estou a adorar e que mistura mistério e suspense: Save me. 


A história gira em torno de uma rapariga (Sang Mi) cuja família adere a um culto religioso, e que acaba a viver com essas pessoas, e de 4 amigos que são os únicos que a podem salvar. Acreditem que se forem muito sensíveis, este drama não será indicado para vocês pois mete pancada, suicídio, violação e bullying. Além disso conseguimos sentir ao máximo o sofrimento dos personagens, e a dada altura já só estamos a pensar no que poderá acontecer a seguir. O desempenho dos actores, principalmente o do Apóstolo Jo, é brutal! 
É um drama que nos faz pensar no quão susceptíveis são algumas pessoas, e acima de tudo, no que seremos capaz de fazer para proteger aqueles que amamos. 
Sem dúvida que recomendo!

Já viram algum k-drama?

Sem comentários:

Enviar um comentário